Semanada >   H. Jackson Brown, Jr.
When you lose, don't lose the lesson

terça-feira, abril 17, 2007

O rumo contingente non-sense



O que somos incapazes de mudar,
devemos pelo menos descrever


Hoje uma amiga fez-me vacilar quanto ao meu futuro na blogosfera. “Os blogues, os blogos, os blagues ou raio o que isso é, são um nojo!”, atirou-me assim o desdém. Ainda ventilei entre dentes o meu Vida das Coisas mas, qual quê, de imediato calei e engoli, sendo que ela é professora doutora e eu um desqualificado e a coisa acabaria como se pode prever. A polémica não valeria a energia consumida - ela não mudará tão cedo de opinião e a blogosfera continuará a crescer e a ganhar influência, num processo natural de arrumação e de selecção.
Acresce, para a entender, que a minha amiga usa o computador para enviar e receber uns mails, dactilografar umas coisas e dar umas voltas na Internet, sendo que lhe sobra 95% porcento de velocidade de processamento e aí uns 99% de espaço em disco, tendo em conta as especificações do seu computador comprado para mostrar às visitas. Ou seja, a minha amiga tem muito mais piada quando fabrica notas manuscritas, até por que tem uma letra bonita e não escreve nada mal, ou quando lambe os selos para enviar os “posts” em postais por correio tradicional. Também é engraçada no dedilhar dos SMS extensíssimos gramaticalmente correctos.
No entanto, como seria de esperar, fiquei a moer a expressão tão arrasadora. Ponderei o grau de inutilidade e a perda de tempo a ler o próximo e a articular notas; considerei o gozo e a chatice; meditei sobre ganhos e prejuízos, entre tantos prós e contras. Não cheguei a nenhuma conclusão. À falta de uma boa razão para mandar às urtigas a blogosfera, tenho uma boa razão para continuar esta faina quase diária, a tentar dizer umas coisas sobre tudo, acabando regularmente por dizer nada. Mas é giro!… Faço parte daqueles que não fizeram o percurso esforçado vicioso dos mircs e dos chats e também não amontoo preconceitos.
Estou conquistado. Mas é muito provável que comece a descontinuar este "produto".

Etiquetas: ,

2 Comments:

At 4:43 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Caros amigos,

"José Afonso", figura ímpar da cultura portuguesa, que trilhou, desde sempre, um percurso de coerência na recusa permanente do caminho mais fácil, da acomodação, no combate ao fascismo salazarista e pela liberdade e democracia, é tema de um selo que está em 5º lugar. Precisamos do voto de todos para que se faça um selo em sua memória e em louvor à Liberdade.
Num período de exaltação de valores salazaristas, devemos contrapor com os nossos defensores de Abril!

“Venham mais cinco!!
Traz um amigo também!”


VOTA
[aqui]

Abril, SEMPRE!!

Davide da Costa

 
At 12:26 da manhã, Blogger AisseTie said...

É muito melhor aceite ir tomar chá com as amigas do que conduzir de forma responsável um blog que não fale só de chás e torradas. Para alguns basta-lhes o cházito, para outros é pouco e a o exercício da cidadania não se esgota naquele líquido. Força, continue.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home



footer-letra