Semanada >   H. Jackson Brown, Jr.
When you lose, don't lose the lesson

quinta-feira, maio 31, 2007

Independentes e “ventres das bestas”

Ninguém, vendo bem as coisas, é completamente independente. No entanto, as candidaturas designadas de “independentes” à Câmara Municipal de Lisboa abrem uma nova etapa, mais consistente, na renovação dos partidos e no tecido que permitirá reconhecer as vantagens em animar organizações ligeiras, que se mobilizam em torno de causas de cidadania. Dizer que está aqui a oportunidade dos dois maiores partidos demonstrarem a vontade de corrigir as suas estruturas, de modo a expurgar grupos de interesses sustentados na corrupção, a pretexto de financiamentos partidários, é o mesmo que falar para o boneco, pelo que será ineficaz usar esta bandeira como eixo fundamental do discurso eleitoral. Acresce que tudo indica que a vaga a suster vai no sentido da fragmentação e esvaziamento partidário, infelizmente último recurso da natureza, reconheça-se, para expurgar as personagens que contaminam a democracia e os partidos, havendo, permitam-me o termo, diferenças substanciais entre sistemas de gatunagem que decidem os golpes na esquina escura do quarteirão e organizações objectivamente mafiosas que condicionam o que os deuses devem fazer do nosso futuro. Quem conhecer minimamente os vários patamares e fóruns em que se tecem os interesses, tanto nas grandes organizações, mesmo que aparentemente fluidas, e suas consequentes extensões no Estado, vertidas por sua vez nas máquinas autónomas autárquicas e respectivos “ventres das bestas“ - urbanismos, por ex -, reconhecerá que o facto de termos protelado iniciativas correctoras conduziu ao degradamento dos sustentáculos sociais que entendemos como fundamentais para o desenvolvimento equilibrado da urbe, sua expansão e vida, disfunções, aliás, provocadas em grande medida por um emaranhado de decisões políticas desconexas e casuísticas que comprometeram Lisboa por largos anos e que espelham, de certo modo, o estado calamitoso do País, sobretudo no litoral.

Blog de Helena Roseta
Breve biografia de Carmona Rodrigues

Etiquetas: ,

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home



footer-letra