Semanada >   H. Jackson Brown, Jr.
When you lose, don't lose the lesson

terça-feira, maio 01, 2007

Uma lista para os desqualificados

The 100 most influential books ever written: the history of thought from ancient times to today é o título de um livro recomendável escrito por Martin Seymour-Smith (1928-1978). O título pode ser entendido como pretensioso. Vasculhando aí uns “indíces”, desde os “tempos antigos” até hoje, conseguiremos certamente articular outros livros e outros títulos que impressionaram o andar das coisas ou a vida das coisas. Todavia, deixo a listinha que pode ter alguma utilidade. Não digo ler de empreitada os 100. Mas fazer uma escolha aí, sei lá, uns 20 seria muito útil.

I Ching; O Velho Testamento; A Ilíada e A Odisseia, de Homero; Os Upanishads; O Caminho e Seu Poder, de Lao-tzu; O Avesta; Anacletos, de Confúcio; História da Guerra do Peloponeso, de Tucídedes; Obras, de Hipócrates; Obras, de Aristóteles; História, de Heródoto; A República, de Platão; Elementos de Geometria, de Euclides; O Dhammapada; A Eneida, de Virgílio; Da Natureza da Realidade, de Lucrécio; Exposições Alegóricas das Leis Divinas, de Philo de Alexandria; O Novo Testamento; Vidas Paralelas, de Plutarco; Anais, Da Morte do Divino Augusto, de Cornélio Tácito; O Evangelho da Verdade; Meditações, de Marco Aurélio; Hipotiposes Pirrônicas, de Sexto Empírico; Novenas, de Plotino; Confissões, de Agostinho de Hipo; O Corão; Guia para os Perplexos, de Moisés Maimônides; A Cabala; Suma Teológica, de Tomás de Aquino; A Divina Comédia, de Dante Alighieri; Elogio da Loucura, de Desidério Erasmo; O Príncipe, de Maquiavel; Do Cativeiro Babilónico da Igreja, de Martinho Lutero; Gargantua e Pantagruel, de François Rabelais; Institutos da Religião Cristã, de Calvino; Da Revolução das Órbitas Celestiais, de Nicolau Copérnico; Ensaios, de Michel Eyquem de Montaigne; Dom Quixote, de Miguel de Cervantes; A Harmonia do Mundo, de Johannes Kepler; Novum Organum, de Francis Bacon; Primeiro Folio, de Shakespeare; Diálogo Sobre os Grandes Sistemas do Universo, de Galileu Galilei; Discurso Sobre o Método, de René Descartes, Leviatã, de Thomas Hobbes; Obras, de Gottfried W. Leibniz; Pensamentos, de Blaise Pascal; Ética, de Baruch Spinoza; O Progresso do Peregrino, de John Bunyan; Princípios Matemáticos da Filosofia Natural, de Isaac Newton; Ensaio Sobre a Compreensão Humana, de John Locke; Os Princípios Sobre o Conhecimento Humano, de George Berkley; A Nova Ciência, de Giambatista Vico; Um Tratado Sobre a Natureza Humana, de David Hume; A Enciclopédia, de Denis Diderot; Um Dicionário da Língua Inglesa, de Samuel Johnson; Cândido, de François Marie de Voltaire; Senso Comum, de Thomas Paine; Uma Pesquisa Sobre a Natureza Humana e a Causa da Riqueza das Nações, de Adam Smith; Declínio e Queda do Império Romano, de Edward Gibbon; Crítica da Razão Pura, de Immanuel Kant; Confissões, de Jean-Jacques Rousseau; Reflexões Sobre a Revolução na França, de Edmund Burke; Reivindicações dos Direitos da Mulher, de Mary Wollstonecraft; Uma Pesquisa Sobre Justiça Política, de William Godwin; Ensaio Sobre o Princípio da População, de Thomas Robert Malthus; Fenomenologia do Espírito, de George Wilhelm Hegel; O Mundo Como Vontade e Representação, de Arthur Schopenhauer; Curso em Filosofia Positivista, de Auguste Comte; Da Guerra, de Carl Marie von Clausewitz; Ou Isso/Ou Aquilo, de Søren Kierkegaard; O Manifesto Comunista, de Karl Marx e Friedrich Engels; Desobediência Civil, de Henry David Thoreau; A Origem das Espécies, de Charles Darwin; Sobre a Liberdade, de John Stuart Mill; Primeiros Princípios, de Herbert Spencer; Experiências sobre Híbridos das Plantas, de Gregor Mendel; Guerra e Paz, de Tolstoi; Tratado Sobre Eletricidade e Magnetismo, de James Clerk Maxwell; Assim Falou Zaratustra, de Nietzsche; A Interpretação dos Sonhos, de Freud; Pragmatismo, de William James; Relatividade, de Albert Einstein; Tratado da Sociologia Geral, de Vilfredo Pareto; Tipos Psicológicos, de Carl G. Jung; Eu e Tu, de Martin Buber; O Processo, de Franz Kafka; A Lógica da Descoberta Científica, de Karl Popper; Teoria Geral do Emprego, Lucro e Dinheiro, de John Maynard Keynes; O Ser e o Nada, de Jean-Paul Sartre; O Caminho para a Servidão, de Friedrich von Hayek; O Segundo Sexo, de Simone de Beauvoir; Cibernética, de Norbert Wiener; 1984, de George Orwell; Histórias de Belzebu para Seu Neto, de Ivanovitch Gurdjieff; Investigações Filosóficas, de Ludwig Wittgenstein; Estruturas Sintácticas, de Noam Chomsky; A Estrutura das Revoluções Científicas, de Thomas S. Khun; A Mística Feminina, de Betty Friedan; Citações do Comandante Mao Tse-tung, de Mao Tse-tung; Além da Liberdade e da Dignidade, de B. F. Skinner.

Etiquetas: , ,

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home



footer-letra