Semanada >   H. Jackson Brown, Jr.
When you lose, don't lose the lesson

terça-feira, setembro 30, 2008

As cumplicidades dos carecidos…



Na leitura diária das notas de Eduardo Pitta, que acrescentam o pensamento, tenho-me deliciado com os textos sobre as casas da Câmara de Lisboa - tema, aliás, acompanhado por outros blogues. Sem a intenção de preencher as minhas carências intelectuais usurpando as faculdades dos outros, mas antes pretendendo multiplicar a informação, fiz dois sublinhados: um da nota com o título “As casas da CML, 2”, de 29 de Setembro, que recomendo, e mais um link de EP, que nos remete para um interessantíssimo artigo de Mário Crespo, no JN, com o cortante título “Pacto de silêncio“.
O “património disponível” ronda os quatro mil fogos, porque a Câmara de Lisboa, como provavelmente as outras 307 espalhadas pelo país, recebe 10% dos andares construídos por cooperativas de habitação. Trata-se, diz a CML, de contrapartida pela cedência de terrenos municipais.
Eduardo Pitta, em Da Literatura
( Ler também a nota de hoje sobre o mesmo assunto)
Em essência nada distingue os extorsionistas profissionais dos bairros sociais das Quintas da Fonte dos oportunistas políticos que de suplicância em suplicância chegaram às Quintas do Lambert. São a mesma gente. Só moram em quintas diferentes. Por esse país fora.
Mário Crespo, no JN
Se António Costa publicar a lista dos favorecidos e ele for fidedigna, muito queixo vai cair, tanto mais quanto esse enunciado poderá sintetizar a dificuldade em “fazer reformas” na Câmara Municipal de Lisboa. E ele só estará correcta se estiverem lá inscritos (pelo menos) um nome dum presidente de câmara e de vereadores, claro, desde a governação do Eng. Abecasis. A lista será longa, já que as permutas nunca deixaram de ser praticadas.


Etiquetas:

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home



footer-letra