Semanada >   H. Jackson Brown, Jr.
When you lose, don't lose the lesson

segunda-feira, outubro 29, 2007

Mentir é um estado de espírito ?…

Ou será um estado d’alma? Ou um sinal de qualificação?
O meu primeiro blog, o 2B, tinha por legenda “ Se tudo o que há é mentira/É mentira tudo o que há/A nada, nada se tira/ A nada, nada se dá. De Fernando Pessoa. Hoje, ao ler no Sorumbático o artigo da António Barreto, publicado no Público de ontem, saltou-me na mente a antiga sentença e, por isso, achei que seria útil recomendar a leitura do texto com o título “Da mentira como virtude política”. Leiam, simpáticos e escassos visitantes. É o mesmo que olhar o espelho. Excelente.
A democracia vive hoje da mentira. Sob todas as suas formas: ocultação, contradição, correcção, circunstância superveniente ou melhor ponderação. A política tem regras parecidas com as que vigoram no futebol, nalguns negócios e na guerra: o único critério importante é ganhar. Só são condenados os que mentem e perdem. Os que mentem e ganham são respeitados.
(...)
Será possível contrariar esta nefasta tendência para a mentira? É difícil. Não há esperança nos deputados. Como estes se tratam sempre, uns aos outros, de mentirosos, já ninguém acredita. Se a nossa imprensa, escrita, falada ou televisiva, estivesse à altura, talvez a sucessão de mentiras não fosse tão rica. Mas também parece que, com frequência crescente, a imprensa gosta deste novo hábito. Que usa com volúpia. Ou perdoa com malícia.
Blog Sorumbático

filete-picotado

Etiquetas: ,

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home



footer-letra