Semanada >   H. Jackson Brown, Jr.
When you lose, don't lose the lesson

domingo, dezembro 10, 2006

Indústrias…

… da Cultura? Desde que deixou de estar disponível para todos online, não tenho acesso regular ao Público, infelizmente. Por isso, não li a “coluna de Eduardo Prado Coelho” dos dias 6, 7 e 8 de Dezembro. Foi através do Indústrias Culturais que alcancei a notícia. Li a nota com atenção, achando porém que a reflexão podia ser mais detalhada. Até porque o tema da Cultura e das Indústrias Culturais começa a suscitar interesse transversal, pelas mudanças de visão e de acção que podem vir a suceder, designadamente quando se desagua na Memória e nas “regras“ de Mercado. Destaco as palavras de EPC, que o Prof. Rogério Santos sublinha na sua nota: «muitos trabalhadores da cultura (em Portugal) nem mesmo fizeram o secundário. Isto é sintomático porque mostra uma universidade que até há poucos anos vivia enclausurada na sua torre de marfim e considerava que os professores empenhados em actividades culturais eram sobretudo diletantes. Até que se deram conta de que, como ensinavam matérias poeirentas, de uma erudição dificilmente partilhável, estavam em muitos casos em vertiginosos processos de perda de alunos. Para lutar a favor da sobrevivência, alteraram programas e estilos».
-
«O autor fala de um rendimento mínimo de subsistência, conceito que entrou na agenda pública há poucos anos atrás em França, e agora retomada em Portugal através de uma carta enviada ao Presidente da República. A pretensão é que a lei inclua o estatuto de intermitência, com reflexos nomeadamente nas finanças e na segurança social.»
.

Etiquetas:

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home



footer-letra