Semanada >   H. Jackson Brown, Jr.
When you lose, don't lose the lesson

segunda-feira, abril 14, 2008

"Em política há muita memória curta" (III)



Não simpatizo com Francisco Louçã. Parece-me um tipo exageradamente falso mas bom actor. Talvez a formação de raiz, que as dúvidas metafísicas corromperam, lhe tenha fornecido os instrumentos de oratória necessários para se tornar um exímio profissional da política, com ordenado ao fim do mês e tudo a que tem direito. Desta vez, referindo-se a Jorge Coelho, com uma mesquinhez escusada, saiu-se mal, e José Sócrates ripostou ao mesmo nível, defendendo o colega de profissão. Resposta que é digna de registo.
Esse seu tique de superioridade moral é insuportável. Não aceitamos que o senhor deputado se queira transformar numa espécie de patriarcado moral da política portuguesa, nem no inquisidor mor. Se quer dar lições de moral, por favor dê-as no seu partido e não nos outros»
José Sócrates, via Diário Digital
A questão que me parece necessário ter em conta é que o BE designa um caldeirão em permanente pressão, não havendo roturas apenas porque actualmente se trata de segurar o poder, gerir meios, negociar lugares, contratar avenças, disponibilizar empreços e usar das mesmas prerrogativas, coisas negociáveis - incluindo cimento e terras -, bem como mordomias, que os “maus” dos outros têm, usam e abusam. O Exmo. Sr. Dr. Jorge Coelho não merecia as palavras ofensivas de Louçã. Aliás, Louçã, se não tivesse a necessidade genética de se ouvir, deveria ser o último a atirar pedras.

seta link Diário Digital


Etiquetas: ,

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home



footer-letra