Semanada >   H. Jackson Brown, Jr.
When you lose, don't lose the lesson

sexta-feira, outubro 19, 2007

Défice nos 3%. Assevera-se.


Não vale a pena desconsiderar. Faz parte do jogo. A manifestação organizada pela CGTP, que trouxe para a rua quase 200 mil manifestantes, deve ser seriamente ponderada e enquadrada no contexto duma nova fase política de maior contestação ao governo, apenas a dois anos e meio de mandato, em que os factores de “sossego” se poderão transformar em factores de inquietação perante a circunstância de perca da maioria absoluta ou mesmo do poder. A CGTP, que está a descobrir o seu papel na outra face da moeda, aproveitando a ineficácia da UGT, mostra a capacidade de mobilização e de reajustamento logístico, e vai ter oportunidade de demonstrar nos próximos tempos o que apreendeu ao longo de 30 anos, encontrando pretextos de sobra para empreender. Junte-se a este factor de agitação a nova situação no PSD, em duas frentes, no parlamento e no terreno. Acrescente-se, apesar de tudo, um discurso reivindicativo e de confronto, que não pode ser descontinuado, que é o de um Bloco de Esquerda mais estabelecido no sistema. E imagine-se que o CDS até consegue fazer ouvir as suas objecções, pela agressividade do regressado líder. Tudo somado, teremos a noção da intensidade de um fluxo contínuo de contraposições desgastantes, dirigidas quase em exclusivo para José Sócrates, que, aliás, por razões certamente fortes, teima em não remodelar, sendo manifesta a necessidade de o fazer, muito embora se compreendam as dificuldades dum novo alinhamento com as eleições já no horizonte.

filete-picotado

Etiquetas: ,

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home



footer-letra