Semanada >   H. Jackson Brown, Jr.
When you lose, don't lose the lesson

quinta-feira, outubro 25, 2007

Acordem e habituem-se!

3% e um crescimento minúsculo, sem efeito visível na vida das pessoas, pode-se dizer que não compensa terem ido até ao tutano. Que importam os buracos nas contas e os jogos de mercado se depois não se tem povo, que é como quem diz, eleitores, considerando que os índices de abstenção aumentam. É… a coisa foi ao limite, ao exagero, ao excesso. Não se morre da doença, morre-se da cura. Taxas a subirem e impostos a aumentarem. Incrivelmente é o próprio Ministro das Finanças a admitir que o negócio do crédito tem de afrouxar. As formiguinhas e as criancinhas ficam gratas pelo generoso aviso. O cidadão/contribuinte/consumidor/eleitor deve refrear a vontade de recorrer ao empréstimo, encarar este recurso manhoso como uma perfídia dos poderosos para manter o sistema a funcionar, através do endividamento desmesurado, que por sua vez suporta a ilusão de alguns direitos, algumas liberdades e algumas garantias e, convenhamos, um bem-estar muito, mas mesmo muito artificial.
Os portugueses devem 122 mil milhões de euros. Estão maniatados, domesticados. Genial. Perdem aos poucos as prerrogativas da cidadania. 98 mil milhões são assacados à rubrica “Ter tecto” ou seja, ao direito constitucional à habitação. As preocupações orbitam, pois, em torno do final do mês - é a casa, é o carro, é os filhos, é a comidinha…

Acordem, dirá o Primeiro-ministro, num dia de boa-vontade. Este apelo talvez tenha sido a transgressão mais grave e não é nada porreiro, já que nunca se deve exortar o povo a acordar. Por razões óbvias.

filete-picotado

Etiquetas:

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home



footer-letra